Sites Grátis no Comunidades.net

 A TURMA DO BAIRRO



Total de visitas: 9721
NOTÍCIAS:

 

Soterramento mata três pessoas na Grande São Paulo

Reprodução Band Zoom Menino é arrastado pela enxurrada

Menino é arrastado pela enxurrada

Da Redação

cidades@eband.com.br

Os bombeiros localizaram na madrugada desta sexta-feira os corpos de três pessoas que haviam sido soterrados na noite anterior em Francisco Morato (Grande São Paulo).

As três vítimas da mesma família foram soterradas por causa de um deslizamento de terra que aconteceu por volta das 22h30 na rua Hortência Escobar Nunes, bairro Aparecida.

Com a força do deslizamento, uma casa em que estavam um adolescente e um casal de idosos não aguentou e desmoronou. Bombeiros de São Paulo, Franco da Rocha e Guarulhos tentam retirar as vítimas que estão soterradas.

Bueiro

No fim da noite de ontem bombeiros haviam encontrado o corpo de um menino de 11 anos que desapareceu após cair em um bueiro no Parque Santo Antônio, zona sul de São Paulo.

O bueiro fica na rua Professor Horácio Quaglio, mas o corpo de Carlos Gabriel foi encontrado a cerca de 12 km de distância, na Usina da Pedreira, na Avenida Nossa Senhora do Sabará.

 

Mais mortes

 

Até quarta-feira, 64 pessoas haviam morrido no Estado de São Paulo por causa dos temporais desde dezembro, de acordo com a Defesa Civil. Com as novas mortes em Francisco Morato e no Parque Santo Antônio, o total chegou a 69.

 

Ao todo, 9.402 pessoas ficaram desabrigadas em 134 municípios.

Equipes de resgate conseguem retirar mais de 90 sobreviventes dos escombros
 

Da redação, com AFP

mundo@eband.com.br

Equipes de resgate internacionais conseguiram retirar mais de 90 sobreviventes dos escombros de Porto Príncipe, capital do Haiti, uma das quatro cidades afetadas pelo terremoto de magnitude 7, há quase uma semana. As informações são da porta-voz da Agência de Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (Ocha), Elizabeth Byrs.

O balanço anterior informava 71 sobreviventes salvos pelas 43 equipes internacionais, integradas por 1.739 socorristas e 161 cães.

"Essas notícias são sempre boas. Os socorros e nossos esforços de ajuda se concentram nas zonas da periferia de Porto Príncipe, até agora inacessíveis aos socorristas", disse Elisabeth.

Na tarde de domingo, Fabio Pannuzio e Nivaldo Lima, enviadas da Band ao Haiti, participaram do resgate de dois irmãos, soterrados sob escombros há quase seis dias. A operação durou seis horas.

Não há estimativas do número de pessoas que podem estar soterradas sob os escombros. Além de Porto Príncipe, as cidades de Gressier, Carrefour e Leogane também foram devastadas pelo tremor.

A A

Tamanho do texto

EUA enviam 4.000 marinheiros e fuzileiros navais para o Haiti

 
Foto: AFP Zoom Navio chega a costa do Haiti nesta quarta-feira

Navio chega a costa do Haiti nesta quarta-feira

Da AFP

mundo@eband.com.br

Os Estados Unidos enviarão um contingente extra de 4.000 marinheiros e fuzileiros navais ao Haiti, devastado por um terremoto na semana passada, informaram fontes militares americanas nesta quarta-feira.

Tropas do Grupo Anfíbio de Prontidão Nassau e da 24ª Unidade Expedicionária dos Fuzileiros Navais receberam ordens nesta quarta-feira de seguir para o Haiti, indicou a Segunda Frota americana.

Navio Confort

O navio-hospital americano Confort chegou ao Haiti, e entre 30 e 50 vítimas do terremoto, em estado mais grave, poderão receber atenção simultânea, disse nessa quarta-feira um oficial do Exército.

"O navio agora está pronto para operações urgentes destinadas a salvar vidas", disse aos jornalistas o coronel Richard Ellison no aeroporto de Porto Príncipe.

O Confort conta com 1000 leitos e capacidade para responder a uma grande variedade de situações, desde o tratamento de uma ferida leve a operações complexas. Ele participou de missões humanitárias no Haiti em abril, quando promoveu serviços médicos gratuitos.

Oito hospitais, a metade deles de campanha, estão funcionando em Porto Príncipe e devem fazer frente a um grande número de feridos. O terremoto de 12 de janeiro causou pelo menos 75 mil mortos e 250 mil feridos, segundo autoridades haitianas.

"Não se sabe com precisão quantos pacientes estão aqui. Milhares, possivelmente muito mais. O número aumenta cada vez que se abre uma nova unidade médica", disse o oficial norte-americano.

"Não sei por quanto tempo estaremos aqui", acrescentou.

Vários navios norte-americanos se encontram no Haiti, entre eles o porta-aviões a propulsão nuclear, o USS Carl Vinson.

 

Criar um Site Grátis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net